Livro: Desventuras Em Série – O Lago Das Sanguessugas – Lemony Snicket

Caro leitor, Se você ainda não leu nada sobre os órfãos Baudelaire, é preciso que antes mesmo de começar a primeira frase deste livro fique sabendo o seguinte: Violet, Klaus e Sunny são legais e superinteligentes, mas a vida deles lamento dizer, está repleta de má sorte e infelicidade. Todas as histórias sobre essas três crianças são uma tristeza e uma verdadeira desgraça, e a que você tem nas mãos talvez seja a pior de todas. Se você não tem estômago para engolir uma história que inclui um furacão, uma invenção para sinalizar pedidos de socorro, sanguessugas famintas, caldo frio de pepinos, um horrendo vilão e uma boneca chamada Perfeita Fortuna, é provável que se desespere ao ler este livro. Continuarei a registrar essas histórias trágicas, pois é o que sei fazer. Cabe a você, no entanto, decidir se verdadeiramente será capaz de suportar esta história de horrores. Respeitosamente, Lemony Snicket.” 

Lemony-Snicket-Desventuras-Em-Serie-O-Lago-das-SanguessugasÉ exatamente essa a mensagem que o autor manda na contra capa do terceiro livro da série de desventuras dos irmãos Baudelaire: O Lago Das SanguessugasConfesso que esse é um dos livros que mais fiquei apreensivo até o momento, os órfãos são levados para uma cidade portuária, Cais de Dâmocles, para ficar aos cuidados de uma fanática por gramática e que tem medo de quase tudo, a viúva Tia Josephine que mora em uma casa praticamente caindo aos pedaços, literalmente, bem no topo da colina.

Mas para chegar nessa colina é preciso fazer a travessia de balsa pelo  Lago Lacrimoso, onde o falecido marido de Tia Josephine morreu por causa das sanguessugas do lago, que tem a sobrenatural capacidade de sentir o cheiro de alimento em humanos que vão nadar sem esperar o tempo certo após comerem. #Tenso

Dessa vez, Conde Olaf chega disfarçado de Capitão Sham, e tenta flertar com a viúva Josephine. Nessa trama cheia de enigmas e reviravoltas o que vai acontecer com os irmãos? Será que teremos um final dramático para o grande vilão? Será que tudo cai colina abaixo? Os irmãos terão o tão merecido Lar Doce Lar?

Não posso contar! Sem spoiler… rs – Mas uma coisa é certa, teremos uma maravilhosa aula de gramática! hehehehehe – Mas quem acabou vendo o filme “Desventuras Em Série – O Filme” vai saber o que aconteceu. O longa conta a história dos três primeiros livros, os outros dois anteriores eu já postei uma breve resenha aqui no BLOG: O Mau Começo e A Sala dos Répteis. #BEDA24

BEDA-2016-Rodapé

Symmetry Breakfast Por Michael Zee

Symmetry-breakfast-by-book-Michael ZeeDizem que um dos melhores tempero pra comida é prepara-lo com amor. Agora imagine receber uma declaração de amor diariamente todas as manhãs no seu café da manhã? Não existe outra palavra pra expressar o que Michael Zee faz todos os dias para o seu marido, Mark van Beek, a não ser amor.

Ele, de uma maneira bem divertida começou a montar o breakfast do casal de forma simétrica, tudo que tinha no prato de um, estava no prato do outro preparado quase que milimetricamente iguais! Simplesmente show! Foi aí que surgiu a ideia de criar o o projeto Symmetry Breakfast.

Symmetry-Breakfast-04

Alguns pratos ele começa o preparo no dia anterior, aonde até a escolha da louça tem que ornar com o que está sendo servido. O melhor é poder acompanhar tudo no Instagram que já ultrapassou 600K. E devido ao grande sucesso de suas “declarações de amor“, Michael acabou de lançar um livro com as melhores receitas e forma de preparo.

As pessoas se perguntam se eu sou louco ou obsessivo, mas essa é uma declaração de amor, na verdade” disse Michael Zee. E nos dias de hoje aonde casais se desejam “Bom dia!” via mensagem ou aonde a preguiça é tanta que nem um café choco é feito, fala a verdade, quem não gostaria de receber uma declarado de amor dessa!?!

Symmetry-Breakfast-01

Symmetry-Breakfast-03

Symmetry-Breakfast-02

Ah! Tenho que agradecer a Vivi do Blog ViviMetaliun, ela quem me apresentou a esse maravilhoso projeto. #BEDA19

BEDA-2016-Rodapé

Nos Meus 36 Anos De Idade…

Eu já ouvi algumas músicas do Balão Mágico e já vi alguns filmes da Xuxa no cinema, assim como vi “Batman – O Retorno” acompanhado da minha mãe e minha madrinha. Já ganhei uma festa surpresa, e já ganhei algo que eu não gostava. Já fiz cartões de Natal, é já li um livro de 150 páginas em um dia. Já viajei de navio e já escrevi 2 e-books.

Já escondi brigadeiros para comer depois e já menti algumas vezes. Vi a queda do muro de Berlim, também vi a morte do Michael Jackson, Senna, Amy Winehouse e Whitney Houston. Já tive meu primeiro amor. E já fui à 2 shows da Madonna, assim como já vi o Brasil ser campeão 2 vezes da Copa do Mundo, já assisti 3 vezes todas as temporadas de Sex And The City e já votei em 5 eleições para presidente.

Eu já trai e já fui traído, eu já torci a perna, eu já comprei uma Louis Vuitton, eu nunca plantei uma árvore, mas já plantei manjericão. Eu já doei sangue e já engoli um dente. Já tive um amor não correspondido, já fumei maconha e já fui assaltado. E já me vesti de mulher, já gravei uma música, e já entrevistei a Vera Holtz.

Já fui ao SPFW e já usei um Motorola V3. Já brinquei de Pega Vareta e já perdi dinheiro no Bingo. Já passei tardes no Playcenter e já tingi o cabelo de louro. Eu já fui em uma festa à fantasia e já brinquei de boneca. Já dancei Macarena, Thriller e Step By Step e já chorei com My Heart Will Go On. [Update]: Já sou tio de um lindo príncipe chamado, Alexandre!

Hoje completo meus 36 anos de idade, e eu já fiz muita coisa, mas há sempre muito a fazer e muito o que aprender. Feliz aniversário pra mim! 😀

Cupcake-Aniversário-36-Anos

Livro: A Lição Final – Randy Paush

Em Setembro de 2006, Randy Paush foi diagnosticado com câncer pancreático incurável, e por mais dolorosa que seja a doença, ele deixou para o mundo sua historia de vida no livro, “A Lição Final”, escrita por Jefferey Zaslow, renomado colunista do Wall Street Jornal, porém Pausch, quem ditou a obra inteira pelo celular. Mas o que torna esse livro especial?

Randy-Paush-A-Lição-FinalÉ uma historia emocionante, foram poucos os livros que já me fizeram chorar. Ao contrario do que todos pensam, o livro transborda o amor e o respeito que ele tem pela sua família e por todos que lhe ajudaram à chegar aonde chegou. Não é um livro de auto-ajuda, é um livro sobre sonhos, como conduzir a vida e ser feliz ao máximo.

Paush realizou sua ultima palestra na faculdade de Carnegie Mellon, celebrando a vida que sempre sonhou ao invés de se torturar com a morte que estava cada vez mais próxima. O vídeo dessa palestra que percorreu o mundo pelo Youtube foi a base para a concepção do livro, e, ao assistir, as pessoas esperavam ver um homem moribundo, mas muito pelo contrario, no inicio ele já mostra estar em boa forma e começa a fazer flexões. Confira o vídeo (Legendado).

Passagens do livro que valem como lições para toda a vida: “Se você fez algo errado ao lidar com alguém, é como se tivesse causado uma infecção ao relacionamento. Uma boa desculpa funcionará como antibiótico, ao passo que uma desculpa ruim será o mesmo que esfregar sal na ferida…
… Em geral, desculpas tímidas ou insinceras são piores do que ausência de desculpas, porque quem as recebe se considera ofendido.“;

Não podemos trocar as cartas que recebemos, apenas jogar com elas.“;

Obstáculos existem por algum motivo. Não estão ali para nos impedir de entrar. Eles existem para nos dar uma chance de mostrarmos a força de nossas aspirações.

As muralhas existem para deter aqueles que não querem realmente transpô-las.“;

Outras ‘cositas’ indispensaveis que você vai aprender com livro

  • Tenha sonhos e objetivos;
  • Valorize o certo;
  • Incentive a criatividade (sua e de seus entes queridos);
  • Liderança é uma habilidade fundamental;
  • Não seja arrogante e ouça as pessoas;
  • Pare de perder tempo e se estressar com coisas pequenas;
  • Saiba trabalhar em grupo;
  • Não se incomode com a opinião dos outros;
  • Aceite o fracasso;
  • Gratidão;
  • Trabalhe duro;
  • Esteja sempre preparado;
  • Seja feliz e divirta-se apesar de tudo;

Randy faleceu no dia 25 de Julho de 2008.
Confira vídeo da palestra na integra: Youtube (Legendado)

Livro: One Man Guy – Michael Barakiva

Pra comemorar o dia nacional do livro, a dica de leitura desse mês tem muito amor envolvido. 😀 Diversas vezes já comentei em alguns blogs que existem livros que já se vendem pela capa, e como não gosto de ficar lendo sinopse, a ideia é ser surpreendido. E foi o que aconteceu com “One Man Guy” do Michael Barakiva.

michael-barakiva-one-man-guy-bookO livro conta a história de Alek Khederian, garoto armênio que mora em New Jersey e Ethan Novick, rapaz descolado, confiante e irreverente que estuda no mesmo colégio. Os dois vivem em mundos completamente diferentes, o que chega a ser fascinante para Alek que não consegue acreditar que um cara tão legal quer ser o seu amigo ou, mais do que isso. Fazendo assim nascer um novo sentimento, doce, ingênuo e completamente puro.

A historia é super envolvente, engraçada e não chega à ser um romance tenso. Tudo muito bem dosado e o mais bacana é que conhecemos um pouco sobre a cultura armênia, relacionamentos homo afetivo, preconceito e o genocídio. Mas a leitura super fácil!

Uma parte que achei bacana do livro é quando Ethan diz para Alek: “… Meu jovem, em certo ponto da vida, você vai aprender que tem uma diferença entre o que você tem de fazer e o que quer fazer. E, quanto mais cedo começar a escolher o que quer em vez de o que tem que fazer, mais feliz você vai ser.”.

Como ambos estão na fase do crescimento, das transições, das escolhas, nós como telespectadores da história nos envolvemos intensamente, e apesar de ser um livro para adolescente, alguns diálogos e pensamentos são bem precoces para a idade dos protagonistas. Por isso acredito que o livro não tenha fronteira, vale a leitura independente da idade!

Só sei que gosto de estar aqui com você e não consigo me imaginar querendo mais ninguém. Isso basta pra você?” – Será que podemos esperar o filme?

Livro: True Love – Jennifer Lopez

Sempre acompanhei a carreira artística da atriz e cantora Jennifer Lopez, tenho todos os CD’s e acredito que consegui assistir a todos os seus filmes. E como todo mundo sabe, JLo sempre foi famosa pela sua estonteante beleza e seu corpo escultural, foi eleita por diversas vezes e por várias revistas uma das mulheres mais linda do mundo, só que nem sempre ela se enxergava dessa maneira.

Jennifer-Lopez-True-Love-BookEm seu primeiro livro auto-biográfico, True Love, Jennifer se mostra super honesta sobre suas experiências como mulher, mãe, esposa e artista. O livro foi escrito numa espécie de diário durante a turnê “Dance Again” realizado em 2012. Só que o foco maior fica em torno do termino de seu casamento com o cantor Marc Anthony e o resgate da sua auto-estima: “Eu nunca tive um olho roxo ou um lábio partido, mas eu me senti abusada de uma forma ou outra: mentalmente, emocionalmente, verbalmente…

Sei como é sentir sua alma diminuída pelo modo que a pessoa que você ama o trata… Talvez seja um empurrão, um apertão ou uma palavra feia que fique em você. As cicatrizes não podem ser visíveis, mas marcam da mesma maneira.” – Desabafa a cantora em um dos trechos do livro. E quando o assunto é sobre o amor que sente pelos seus filhos, ela explica: Existe um amor diferente de todos. Um amor que não impõe condições. Um amor que não pode ser explicado e nem aprendido. É um amor que dá a você um propósito maior. Um amor que pode deixar de lado o resto do mundo.”.

O livro tem um tom meio que de auto-ajuda e em alguns momentos fica até um pouco que repetitivo demais. Mas a ideia principal esta alí: Ame-se primeiro para poder amar alguém. “Sempre que eu ouvia a frase “ame a si mesmo” antes, não entendia. Pensava que já me amava. Pensava: “É claro que me amo! Gosto do que sou. Trabalho muito.” Era só uma frase para mim, não algo que eu soubesse fazer.”

“O que era se amar, afinal? Ninguém ensina o que é, mas descobri que a chave da vida – porque é a chave para amar outra pessoa e deixar que os ouros a amém. Sem esse amor próprio, ficamos perdidos, somos conchas vazias. De modo mais prático, você precisa cuidar de si mesma, de seu corpo, de sua mente, cuidar de sua alma – ser sua guardiã.”

Enfim, ‘True Love’ não deixa de ser uma leve leitura, rico de imagens de bastidores e arquivo pessoal. Perfeito para conhecer um pouco a mulher Jennifer Lopez, e descobrir o que teimamos em esquecer, ela sofre, têm anseios, frustrações e desejos como uma pessoa normal, como todos somos. Boa leitura! 😉