Mito Ou Realidade

Você já parou para pensar se você para as outras pessoas é um mito ou algo real? Ontem eu estava assistindo Sexy And The City e me deparei com essa dúvida. Se penso, logo existo, e se existo sou real, mas posso ser um mito para um monte de gente que não me conhece mas que acompanha meu BLOG, lê minhas histórias e dicas.

Mito-Ou-Realidade-Blog

Lembrando que mito pode ser descrito de diversas maneiras: uma lenda, um conto de fadas ou folclore. Como também são contos tradicionais, frequentemente de natureza simbólica, sobre certas pessoas ou lugares.

Pensando dessa forma eu criei o  “André Hotter“, onde eu consigo me despedir totalmente do André Luiz e mergulhar de maneira mais profunda no meu “eu”. Com isso consigo traduzir em meu blog de maneira mais intensa todas as manifestações que acontecem dentro de mim, algumas vezes de maneira enaltecedora e forte, mas que não são inverdades apenas uma versão melhorada.

Podemos transformar o mito em realidade? Claro que sim! Estou aqui constantemente tentando isso… Sempre trazendo as pessoas que não conheço e que não me conhecem para perto. Sendo com os videos no Snapchat ou pelas fotos no Instagram. “Oi! Eu sou real, eu existo… “. Não têm nenhuma maquina escrevendo aqui não! Vamos marcar um encontro para um café? rs #BEDA14

BEDA-2016-Rodapé

Anúncios

9 pensamentos sobre “Mito Ou Realidade

  1. Por incrível que pareça eu acho possível uma pessoa ser real e um mito ao mesmo tempo. Nossos ídolos por exemplo, vou citar o Ayrton Senna, ele era humano, conhecido por ser emocional e uma estrela da Fórmula 1. Admito que é diferente, pois não temos contato próximo com nossos ídolos, como é possível nós blogueiros termos com nossos leitores, mas não deixamos de ser pessoas admiradas pelos outros e também humanas.

  2. Que legal essa reflexão André!! Nunca tinha parado para pensar nisso, mas agora refletindo é possível que uma pessoa real seja um mito, principalmente pelo fato de não termos contato com determinada pessoa e acho que isso deve acontecer muito entre nós blogueiros… Adorei :))

  3. O negócio é sentir a essência das coisas, demonstrar todos os sentimentos e viver ao invés de apenas existir. Li seu “about me”, também sou publicitária (na faculdade ainda), toca aí colega! o/
    Abs

  4. Ótima reflexão.
    Já me peguei pensando sobre isso algumas vezes.
    E sempre chego na conclusão de que não importa se preocupar muito.
    Para mim, o fator mais considerável é o de estar promovendo, talvez com o meu blog e você com o seu, uma troca de experiências com as pessoas. Já que considero também o material textual que provoca essa experiencia no outro mais importante do que a maneira como sou visto por ela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s