Tags

, , , , , , ,

Precisei chegar aos 36 anos para aprender de fato a dizer “Não“. E não aquele “Não” com exclamação… O simples e sincero, “Não“, ponto final. Engraçado que não segui o meu próprio conselho. Na maioria das vezes eu sempre me sentia sobrecarregado pelo fato das pessoas me verem como uma espécie de benfeitor.

Sempre me mantive ocupado dando o meu melhor para as pessoas, querendo agradar o tempo todo que perdi o desejo genuíno de dizer “Sim“. Simplesmente estava dizendo sem ao menos pensar nas consequências, saía da minha boca sem que eu me desse conta. Com o objetivo de tentar suprir ou surpreender as expectativas dos outros.

Sempre fui solicito e me mostrava disponível para qualquer coisa, 24 horas por dia. Eu queria que as pessoas contassem comigo, e contavam! Com o passar dos anos fui me sentindo esgotado, em farrapos, e em alguns casos afetava até outros aspectos da minha vida.

Nada melhor que os anos e o amadurecimento. Hoje sou sincero comigo mesmo… Não faço mais convites, não faço mais ligações, não respondo mensagens, não faço e não compareço em eventos e festas e não digo “Sim!“, se de fato o meu coração ou cada fibra do meu ser não sentir a vontade de fazer algo ou dizer “Sim“.

O “Não!” é uma palavra pesada para muitos, mas é libertador. Aprenda a OUVIR e a DIZER “Não” e você vai entender o que quero dizer. Pense à respeito todas as vezes que dizer um “Sim” sem vontade. Nossa energia e nossa intençãoo poderosos, portanto só diga “Sim” ou “Não” quando acreditar que está fazendo a diferença pra você.

Aprenda-A-Dizer-Não

Anúncios