Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Que alegria em dizer “O ano passado!“… Tenho certeza que você também suspirou um pouco mais contente e até mesmo aliviado. Por que será?! O ano de 2015 soou um pouco atípico, meio que fora do contexto. Não digo apenas na questão política (convenhamos que foi uma vergonha) mas em todos os sentidos. A impressão que tive é que tudo esteve amontoado, engasgado, desgastado e que essa virada de ano foi o estopim para cuspir essa bola de pelo da boca.

Confesso que o ano passado não foi um dos meus melhores profissionalmente, tive 3 grandes eventos, enormes desafios, mas não teve uma durabilidade, como eu disse anteriormente: Amontoado! Pareceu que foi tudo às pressas, tudo rápido demais. Quando olhei para trás, acabou, já foi!

No âmbito emocional, 2015 foi um ano cheio de surpresas, nos primeiros meses do ano, conheci diversas pessoas, com algumas eu me relacionei mas nada muito relevante. Aqueles aos quais tive uma sintonia maior, os guardo dentro de uma grande amizade. Afinal toda pessoa que conhecemos leva um pedaço de nós, mas com certeza também deixam marcas em nossa vida.
Mas posso dizer que algo tocante aconteceu mesmo somente em Setembro quando conheci alguém que me fez puxar o freio de mão! =D

Queria muito ter começado o Ano Novo com a sensação de alívio, de alma leve e de missão cumprida. Mas muitas coisas faltaram acontecer em 2015, eu não planejei metas, deixei as coisas acontecerem conforme os passos que fui dando. Mas algumas coisas que eu almejava acontecer não rolou. Portanto, esse ano tenho que fazer acontecer! Sim, tracei algumas metas… Escrevi em um papel alguns objetivos, guardei e vou com força para realiza-los. No fim do ano compartilho as minhas metas e vamos ver o quanto delas ganham um visto! √ rs

Bom, foi dada a largada para desbravar mais um ano, e acredite, tudo é uma construção… Sonhe, planeje, confie em si e faça acontecer os seus planos e metas. Vamos viver 2016 intensamente! #SpreadTheLove

Anúncios