Amigos Verdadeiros

Sempre fui uma pessoa que estava cercado de gente o tempo todo. Muitos dizem que sou carismático, talvez seja esse o motivo. Gosto de conhecer pessoas, de fazer reuniões, juntar grupos de amizades, misturar a turma do trabalho com meus amigos de infância, os amigos da faculdade com os amigos da época do colégio e porque não, todos juntos de vez em quando. Não tenho ciúmes de compartilhar as pessoas que quero bem. Mas sempre fui eu quem unia todos, quem fazia as conexões.

De uns tempos prá cá, algumas coisas mudaram. Fui percebendo que as pessoas esperavam sempre o meu primeiro passo, eu que sempre marquei os encontros, quem fazia questão de estar reunindo todos e de ter todos próximos… Fui ficando desgostoso. Senti a necessidade de receber um convite, queria que as pessoas fizessem questão da minha presença e não eu ter que ficar marcando tudo. Não quero parecer egoísta, longe disso, talvez não fique claro mas um famoso ditado se encaixaria aqui perfeitamente: Venha a nós, mas ao vosso reino: Nada?

Foi nesse momento que comecei a me questionar sobre os verdadeiros amigos, hoje tenho 34 anos, e ainda não tenho uma resposta concreta sobre o assunto. Estranho, não? Eu sei diferenciar meus amigos dos colegas, não sou tão inocente assim, mas na minha vida a palavra AMIGO, tem um peso muito importante. O valor que dou para uma amizade muitas vezes não é reciproco, por esse motivo fico a me questionar. Será que para uma verdadeira amizade deve haver essa troca ou é paranóia da minha cabeça?

Eu não sei ser amigo pela metade, por esse motivo espero o tanto quanto. E se souber estimar minha amizade, vai tê-la para o resto da vida. E não penso duas vezes entre um relacionamento amoroso e uma amizade.

– Não quer alguém para passar sua vida? Que sempre te dará apoio?
– Eu tenho isso…
– Não é a mesma coisa. Amigos não preencherão todas suas necessidades.
– Não são só amigos. São minha família.

É isso, será que ficou faltando dizer alguma coisa… ?

Onde-não-há-igualdade-a-amizade-não-perdura

Anúncios

23 pensamentos sobre “Amigos Verdadeiros

  1. Nossa, adorei o texto e me encaixo perfeitamente nele. Acho que, por esse problema de sempre fazer tudo, e chegar uma hora que espero reciprocidade, hoje em dia mal tenho AMIGOS. É muito difícil eu chegar e dizer que a pessoa é minha AMIGA mesmo, tô tendo problemas para confiar mesmo nas pessoas. E família é TUDO! 😀

  2. Sempre me identifico com as suas postagens e concordo com vc em muitos aspectos, as vezes a gente tb gosta de ser mimado, querido, enfim. Mas é cansativo vc fazer tudo ‘sozinho’ sendo que pra ser amigo vc precisa de no mínimo duas pessoas. Acho que por esse motivo meu maior amigo hj em dia é meu blog, onde falo tudo que quero, e não espero nada em troca, e mesmo assim ainda consigo alcançar pessoas que nunca vi ou verei que se identificam comigo e com o que eu falo.
    Beijos querido, bom te ver por aqui!
    http://monpetitmondeartesanato.wordpress.com/

  3. Nossa, esse texto se encaixou perfeitamente o que se passa comigo hahaha!! Sempre reunia os meu amigos, mas quase nunca era convidada quando faziam algo.
    Sei bem o que você passa e sei que para muitas pessoas é difícil aceitar esse tipo de situação, mas fazer o que né! É a vida
    Adorei o seu texto como sempre

    Beijos

  4. Hey André! Belisimo post sobre a amizade! Me identifiquei! Quando era nova também fazia como voce, era carismatica, juntava as turmas e depois de um tempo vi que não fazia sentido, que as pessoas esperavam tudo de mim e isso é um saco mesmo!
    Pensei muito sobre amizade (que para mim é super importante) e cortei mesmo! Hoje tenho poucas e boas amigas e sou um pouco anti-social, vai entender né?
    Amei
    xx
    Tali
    nuasecruasblog.wordpress.com

  5. Ótimo texto, sentia-me exatamente como “você” até dá a “loca” e me afastar de todos que não faziam questão da minha presença. Dai comecei a dar importância para aqueles que de fato queriam estar comigo nos momentos bons, ruins e péssimos. A vida ficou mais leve depois disso…
    bjbj

  6. Adorei o texto! Eu sou bem assim mesmo, sempre sou a que marca os encontros entre amigos, a que vai atrás, a que pergunta se está tudo bem… Aí na hora nunca dá certo, é bem chatinho… As vezes até reavalio a situação e tudo mais… Amizade é algo bom, porém complicado. Tem que ser bastante forte para manter uma verdadeira.
    Bisous e boa semana para ti André (:

  7. Acredito que tenha alguns pontos para serem pensados primeiramente. É claro que esperamos essa troca, em relação aos convites, e de fazer questão da presença amiga. Devemos e sabemos separar amigos de conhecidos sim, mas infelizmente o tempo passa e a rotina atrapalha e muito, não que seja o real motivo, mas sabemos o peso que levamos com tantas responsabilidades.
    Outro ponto é a personalidade de cada um tem, existe aquele que é espontâneo e dá o primeiro passo, mas tem aquele que é acanhado que espera alguém agitar algo.
    Acho importante avaliar o que é importante pra vc…ter aquela pessoa ao seu redor que só quer ter companhia, ou aquela pessoa que acrescenta para você em questão de amizade, que te liga pra saber como você está? e se precisa de algo?
    Não desanime, vivemos em uma época diferente do que vivíamos na adolescência e infelizmente a presença física nem sempre possível ;(

  8. Pingback: Amigos Verdadeiros | Cosmopolitan Girl

  9. Para mim Amizade é tudo. Infelizmente existem pessoas que não são tão amigas quanto esperávamos … Costumo dizer que existem muitos conhecidos e poucos amigos, a verdade é que todos uma hora te decepcionará mas você escolhe quem são dignos de seu perdão e de seu afeto.

    Adorei o Texto
    🙂

  10. Olá André, aqui estou eu prestigiando seu blog. Já pude ver que tem muita coisa legal por aqui. O assunto amizade muito reflete na minha trajetória de vida e abre muitos vertentes para um bom bate papo. Gosto muito daqueles que valorizam os comentários em seus blogs. Abçs Gi.

  11. Ufa! Depois de ler seu desabafo, não me sinto mais a única dececionada com amizades no mundo.
    É bem isso… pessoas sempre esperam que o primeiro passo seja o nosso. Se a gente não liga, ninguém liga. Se não dermos sinal de vida, ninguém dá…
    Mas faça um churras em casa e convida a galera… garanto que vem todo mundo… “morreeeeendo de saudades” de vc e trazendo um saco de desculpas do porque não ligou, não mandou email etc…
    Fazem promessas de que estarão mais próximas, mas no dia seguinte, na semana seguinte, no mês seguinte… nos esquecem de novo.
    Infelizmente as pessoas estão mais preocupadas com a política do “vou ganhar o quê com isso? ” e esquecem de todo o resto.
    Triste…
    Bjs.
    Sol

  12. Pingback: Antes de morrer… Eu quero… | Alex Soares

  13. Já te disseram que você escreve muito bem? Bom, estou aqui para dizer o quanto gosto dos seus textos e como os assuntos são interessantes! Sei que essa é uma postagem antiga, mas li os outros até chegar nessa, parabéns! Você tem e-mail ou algum contato para me passar? Gostaria de conversar contigo sobre esse mundo de blogs, sempre temos algo a mais para aprender, não é mesmo?

    Parabéns e muito sucesso 🙂

    Beijos, May Faggion

  14. Tenho certeza que você traduziu os meus pensamentos em palavras: “Eu não sei ser amigo pela metade, por esse motivo espero o tanto quanto. E se souber estimar minha amizade, vai tê-la para o resto da vida. E não penso duas vezes entre um relacionamento amoroso e uma amizade.”

    ótimo post.

    Beijos

    http://fiamavsa.wordpress.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s